História

O antropólogo norte-americano Dr. Michael Harner descobriu e formulou os princípios básicos do xamanismo como a essência de seus estudos comparativos de diferentes culturas xamânicas, que ele realizou na Amazônia Superior, em Saamilândia, no México, no Noroeste americano e no Ártico canadense. O desenvolvimento do xamanismo essêncial baseia-se nas características e técnicas universais do trabalho xamânico, que podem ser encontradas em todas as culturas. Independente de culturas especificas, o xamanismo essêncial contém o poder e os princípios essenciais do xamanismo e os disponibiliza. Para aqueles que estão em perigo de perder suas tradições xamânicas ou - especialmente nas nações ocidentais industrializadas – aqueles que já as perderam, o xamanismo essêncial oferece novo acesso ao conhecimento xamânico.

Após o treino xamânico inicial na Amazônia Superior no final dos anos 1950 e início dos anos 1960, Michael Harner desenvolveu sua prática pessoal de xamanismo e cura xamânica nos Estados Unidos. Ele também começou a ensinar sobre a importância prática do antigo conhecimento xamânico e sabedoria dos povos tribais do mundo. Ao escrever e dar uma palestra sobre o xamanismo, os alunos começaram a pedir-lhe para introduzi-los nos métodos xamânicos. Em resposta, ele começou a orientar seminários no início da década de 1970.

Fundada em 1979 como o Centro de Estudos Xamânicos, a Fundação para Estudos Xamânicos desde mais de 35 anos representa uma abordagem ao xamanismo caracterizada pelo respeito às culturas indígenas. A Fundação é dedicada à preservação, ao estudo e à disseminação do conhecimento xamânico. Nos seminários realizados pela faculdade da Fundação para Estudos Xamânicos, esse tipo de conhecimento e técnicas que são oferecidos, são indispensáveis para a divinação xamânica e o trabalho de cura. Isso ocorre com base em ciências modernas e éticas ocidentais e em consideração de condições de vida contemporâneas. Ao mesmo tempo, a Fundação apóia culturas, onde o conhecimento xamanico vivo sobreviveu até os tempos atuais. Como uma organização sem fins lucrativos, a Fundação está comprometida com o bem-estar da comunidade.

O ramo europeu - da Fundação para Estudos Xamânicos da Europa, fundado em 1987 - é mundialmente a única faculdade multinacional, multicultural e multilingue na área do xamanismo. Especialmente também aqui reside a importância em moldar um xamanismo moderno e a responsabilidade de construir pontes. Pontes entre xamanismo e ciência, bem como entre espíritos e seres humanos, em benefício das gerações vivas e futuras.

Os Seminários da FSS em Portugal são orientados pelo formador Luís Gonçalves Louro

Para conhecer o calendário visite:

Página atualizada em Agosto.2018